Começam obras para recuperar estrada que virou atoleiro entre Taipas e Conceição do TO

0
13


Vídeos mostram que até caminhões estavam afundando na lama, sem conseguir mais passar pelo trecho. Ageto informou que tem equipes no local e que máquinas da prefeitura e de uma empresa particular estão ajudando. Estrada no TO vira atoleiro e caminhões ficam presos
A TO-387 começou a receber reparos no trecho entre Conceição do Tocantins e Taipas, no sudeste do Tocantins. Na quinta-feira (14) vídeos feitos por moradores mostraram as condições precárias da estrada. Nas imagens, caminhões aparecem completamente atolados, com as rodas inteiras afundadas na lama. Para que saíssem do local, precisaram ser socorridos por máquinas como tratores e retroescavadeiras. Para veículos pequenos, o trecho é intrafegável.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Nesta sexta-feira, a Agência Tocantinense de Obras (Ageto) que é responsável pela manutenção das rodovias estaduais, disse que os reparos no local estão sendo feitos por equipes da própria Ageto com apoio da prefeitura de Taipas e de uma empresa particular.
Segundo a Ageto, há quatro pontos da estrada que são considerados mais críticos. Um deles, ainda de acordo com a nota, já foi recuperado. Os outros três devem passar pelo mesmo processo, mas a velocidade das obras vai depender do volume de chuvas.
Obras para reparos em estrada que virou atoleiro no sudeste do Tocantins
Divulgação-Ageto
Pelos vídeos é possível ver que serviços essenciais, como a entrega dos Correios e o abastecimento de combustível, ficaram comprometidos.
Taipas é uma das cidades tocantinenses que não tem nenhum acesso pavimentado e nem previsão de receber o serviço. Os moradores reclamam da falta do serviço há anos, mas o período de chuvas intenso agravou ainda mais a situação, isolando ainda mais o município.
A situação se repete em municípios da região do Jalapão, como Mateiros, São Félix e Lizarda e também em outras regiões, como em Recursolândia, no norte do estado. Mesmo em Tocantínia, na região central e a menos de 90 quilômetros da capital, é necessário enfrentar um trecho de oito quilômetros de estrada de terra ou então chegar a cidade através de uma balsa vindo de Miracema.
Trecho com lama fofa está sendo compactado
Divulgação-Ageto
Veja mais notícias da região no g1 Tocantins.

Fonte: G1 Tocantins